Quais são os efeitos colaterais do Loratamed?

Produtos Farmacêuticos

Quais são os efeitos colaterais do Loratamed?

julho 24, 2023
Junte-se a mais de 100 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos, presentes, brindes exclusivos com prioridade

O Loratamed é um medicamento antialérgico amplamente utilizado para o alívio dos sintomas de alergias sazonais e crônicas. Sua substância ativa, a loratadina, age bloqueando os efeitos da histamina no organismo, proporcionando alívio para os sintomas alérgicos. Embora seja considerado seguro e eficaz para a maioria das pessoas, é importante conhecer os possíveis efeitos colaterais associados ao uso do Loratamed. Neste artigo, abordaremos detalhadamente quais são os efeitos colaterais mais comuns desse medicamento.

O que é o Loratamed?

O Loratamed é um medicamento antialérgico da classe dos antihistamínicos. Sua principal substância ativa é a loratadina, que atua inibindo os efeitos da histamina, uma substância liberada pelo sistema imunológico durante reações alérgicas. Ao bloquear a histamina, o Loratamed reduz os sintomas alérgicos, como coriza, espirros, coceira na pele e olhos, entre outros.


Como o Loratamed atua no organismo?

Após a administração oral do Loratamed, a substância loratadina é prontamente absorvida pelo trato gastrointestinal. Em seguida, ela é metabolizada no fígado, resultando na forma ativa do medicamento. A loratadina ativa se liga aos receptores de histamina periféricos, impedindo que a histamina se ligue a esses receptores e cause os sintomas alérgicos.

Quais são os efeitos colaterais do Loratamed?

O Loratamed é geralmente bem tolerado pela maioria dos pacientes, e os efeitos colaterais são raros e costumam ser leves. No entanto, algumas pessoas podem apresentar reações adversas ao medicamento. Os efeitos colaterais mais comuns do Loratamed incluem:

1. Sonolência

Em algumas pessoas, o Loratamed pode causar sonolência leve. Por isso, é recomendado evitar atividades que exijam atenção e concentração, como dirigir ou operar máquinas, até que se saiba como o medicamento afeta individualmente.

2. Boca seca

A boca seca é outra reação colateral ocasionalmente relatada por usuários de Loratamed. Beber água frequentemente e usar pastilhas sem açúcar podem ajudar a aliviar esse sintoma.

3. Dor de cabeça

Alguns pacientes podem experimentar dores de cabeça leves após o uso do Loratamed. Em geral, essas dores são passageiras e desaparecem rapidamente.

4. Náuseas

Em casos raros, o Loratamed pode causar náuseas em algumas pessoas. Se a sensação de enjoo persistir, é importante consultar um profissional de saúde.

5. Tontura

Alguns pacientes podem se sentir tontos após a utilização do Loratamed. Se essa sensação for persistente ou intensa, um médico deve ser consultado.

Quando buscar assistência médica

Embora os efeitos colaterais do Loratamed sejam geralmente leves e transitórios, é fundamental buscar assistência médica imediatamente caso ocorram reações alérgicas graves, como inchaço no rosto, lábios, língua ou garganta, dificuldade para respirar ou urticária.

Como minimizar os efeitos colaterais?

Para minimizar os efeitos colaterais do Loratamed, é essencial seguir as orientações médicas em relação à posologia e evitar o consumo de álcool durante o tratamento. Além disso, caso esteja utilizando outros medicamentos, é importante informar o médico para evitar possíveis interações medicamentosas.

Cursos da Sagifit sobre Saúde e Bem-estar

Deseja aprender mais sobre saúde, bem-estar e cuidados com o corpo? Conheça os cursos da Sagifit! Temos uma variedade de cursos que abordam temas como nutrição, exercícios físicos, gestão do estresse e muito mais. Acesse agora mesmo nosso site: https://sagifit.com.br/cursos.

Aviso Legal

Este artigo tem caráter informativo e não substitui a consulta médica profissional. As informações aqui apresentadas não configuram prescrição ou indicação de medicamentos. Para obter orientação sobre tratamentos adequados para alergias ou outras condições de saúde, é fundamental buscar a avaliação de um médico ou profissional de saúde qualificado. O uso inadequado de medicamentos pode acarretar riscos à saúde, portanto, siga sempre as orientações médicas.