Quanto tempo dura a onda de calor na menopausa?

Saúde feminina

Quanto tempo dura a onda de calor na menopausa?

julho 30, 2023
Junte-se a mais de 100 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos, presentes, brindes exclusivos com prioridade

As ondas de calor são um dos sintomas mais comuns e incômodos da menopausa. Muitas mulheres se perguntam quanto tempo terão que lidar com esse desconforto. Neste artigo, vamos explorar a duração das ondas de calor na menopausa e como enfrentar esse sintoma de forma mais tranquila.

Entendendo as ondas de calor na menopausa

Antes de abordarmos a duração das ondas de calor, é importante compreender o que são e como elas se manifestam durante a menopausa.


O que são as ondas de calor?

As ondas de calor, também conhecidas como fogachos, são uma sensação súbita de calor intenso que afeta principalmente o rosto, pescoço e peito. Esse calor pode ser acompanhado por vermelhidão na pele e suor excessivo. As ondas de calor podem ocorrer de forma esporádica ou em sucessão, causando desconforto e irritação.

Causas das ondas de calor

As ondas de calor são causadas pelas flutuações hormonais que ocorrem durante a menopausa. Com a diminuição dos níveis de estrogênio no organismo, o hipotálamo (a parte do cérebro que regula a temperatura corporal) pode interpretar erroneamente que o corpo está superaquecido, desencadeando a sensação de calor intenso.

Quanto tempo duram as ondas de calor?

A duração das ondas de calor na menopausa pode variar de mulher para mulher. Algumas mulheres experimentam esse sintoma por apenas alguns meses, enquanto outras podem lidar com as ondas de calor por vários anos. Em média, as ondas de calor podem durar de 1 a 5 anos durante a transição da menopausa.

Fatores que influenciam a duração das ondas de calor

A duração das ondas de calor pode ser influenciada por diversos fatores, tais como:

  • Genética: A história familiar de menopausa pode indicar uma predisposição à duração das ondas de calor.
  • Idade: A idade em que a menopausa começa pode afetar a duração das ondas de calor. Mulheres que entram na menopausa mais cedo podem experimentar as ondas de calor por um período mais longo.
  • Estilo de vida: Fatores como o peso corporal, hábitos alimentares e prática de exercícios físicos também podem influenciar a intensidade e a duração das ondas de calor.

Manejo das ondas de calor na menopausa

Embora não seja possível evitar completamente as ondas de calor durante a menopausa, algumas estratégias podem ajudar a lidar melhor com esse sintoma:

Roupas leves e camadas

Opte por roupas feitas com tecidos leves e respiráveis. Vestir-se em camadas facilita a remoção de peças de roupa conforme a temperatura do corpo muda.

Ambiente fresco

Mantenha a temperatura do ambiente agradável, especialmente durante a noite, para reduzir a intensidade das ondas de calor.

Prática de exercícios físicos

A prática regular de exercícios físicos pode ajudar a reduzir a frequência e a intensidade das ondas de calor, além de trazer outros benefícios para a saúde.

Alimentação equilibrada

Uma dieta equilibrada, rica em alimentos vegetais e pobres em alimentos processados, pode contribuir para o manejo das ondas de calor.

Relaxamento e técnicas de redução de estresse

Práticas como ioga, meditação e técnicas de respiração podem ajudar a diminuir o estresse e a ansiedade, que podem intensificar as ondas de calor.

Cursos da Sagifit sobre Saúde e Bem-estar

Se você está buscando mais informações sobre a menopausa e como enfrentar os sintomas de forma saudável, a Sagifit oferece cursos online ministrados por profissionais qualificados. Esses cursos abordam diversos temas relevantes para mulheres em diferentes fases da vida, incluindo orientações sobre a menopausa e outras estratégias para promover o bem-estar. Para saber mais, acesse o site https://sagifit.com.br/cursos.

Aviso legal

Este artigo tem como objetivo fornecer informações sobre a duração das ondas de calor na menopausa, com base em conhecimentos gerais. Ele não substitui a orientação médica individualizada. Se você está passando pela menopausa e enfrentando sintomas intensos ou preocupantes, é fundamental consultar um profissional de saúde qualificado para receber orientações adequadas ao seu caso específico. Além disso, qualquer decisão relacionada à saúde deve ser tomada em conjunto com um profissional capacitado, considerando suas necessidades e histórico médico.